Biodiesel

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Biodiesel

Biodiesel

O Biodiesel é um combustível biodegradável, derivado de fontes renováveis, formado por ésteres de cadeia longa (em média 18 átomos de carbono).

Pode ser obtido pela reação de transesterificação entre um óleo vegetal (como, por exemplo, de soja, canola, girassol e algodão) ou gordura animal (obtida de sebo bovino, suíno ou de aves) e um álcool, usualmente metanol ou etanol, na presença de catalisador.

Vantagens ao Meio Ambiente

Quando comparado aos combustíveis fósseis, derivados do petróleo, o biodiesel apresenta inúmeras vantagens. Em seu ciclo, o CO2 (dióxido de carbono) liberado na combustão é fixado pelas plantas durante seu crescimento, diferente do ciclo do diesel, em que o petróleo leva milhões de anos em sua formação. Isso faz com que o biodiesel seja menos poluente e contribua para reduzir a emissão de gases responsáveis pelo efeito estufa, gerando menos impacto no meio ambiente, pois reduz também a emissão de óxidos de enxofre e materiais particulados que causam problemas respiratórios. (Ambat et al.,2018).

Processos de produção do Biodiesel

O Biodiesel pode ser produzido pelo processo catalítico ou não catalítico.

Processo Catalítico: o processo catalítico mais amplamente empregado é o homogêneo, por catálise básica. Para conversão dos ácidos graxos livres presentes no óleo, são utilizados ácidos como catalisadores. O processo por catálise heterogênea pode utilizar catalisadores químicos (com ácido ou base) e enzimáticos. Esse processo, no entanto, costuma apresentar menores rendimentos que o anterior. E no caso dos catalisadores químicos são necessárias maiores temperaturas, maior massa de catalisador e pressão.

Processão não Catalítico: o processo também é chamado de supercrítico, não utiliza catalisador e sim temperatura e pressão elevadas que favorecem a interação entre os reagentes. Por um lado, esse processo (ou rota tecnológica) apresenta a vantagem de propiciar maior pureza do biodiesel e da glicerina, o que gera uma menor quantidade de efluente, mas por outro lado, é uma rota que apresenta elevado gasto energético, constituindo uma desvantagem.

Fonte: Biodiesel – Contexto e Métodos.

Licenciamento Ambiental para fabricação de biocombustível

No Estado de São Paulo, se faz necessário a realização do Licenciamento Ambiental para atividades de fabricação de biocombustível associado e não associado ao cultivo.

Precisa realizar o Licenciamento Ambiental para o seu empreendimento ? Entre em contato com a GreenView Engenharia & Consultoria Ambiental, somos uma Consultoria Ambiental especializada em todo o processo de Licenciamento Ambiental.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *