Logística Reversa, o que é ?

A Logística Reversa é um instrumento de desenvolvimento econômico e social caracterizado por um conjunto de ações, procedimentos e meios destinados a viabilizar a coleta e a restituição dos resíduos sólidos ao setor empresarial, para reaproveitamento, em seu ciclo ou em outros ciclos produtivos, ou outra destinação final ambientalmente adequada. 

Para alguns produtos, devido ao grau e à extensão do impacto de seus resíduos à saúde e ao meio ambiente, deve-se implantar sistema de logística reversa específico.

Fonte: SINIR (Ministério do Meio Ambiente).

Conforme a Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (CETESB), na prática, a logística reversa é realizada por meio de sistemas que promovem a coleta, reuso, reciclagem, tratamento e/ou disposição final dos resíduos gerados após o consumo de diversos produtos – seja o próprio produto já sem uso, sejam suas embalagens descartadas.

A Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), Lei nº 12.305/2010, regulamentada pelo Decreto nº 7.404/2010, instituiu a Logística Reversa para viabilizar a coleta e a restituição dos resíduos sólidos ao setor empresarial para a destinação ambientalmente adequada.

Responsabilidade Compartilhada

A responsabilidade compartilhada pelo ciclo de vida dos produtos, definida como o conjunto de atribuições individualizadas e encadeadas dos fabricantes, importadores, distribuidores e comerciantes, dos consumidores e dos titulares dos serviços públicos de limpeza urbana e de manejo dos resíduos sólidos, para minimizar o volume de resíduos sólidos e rejeitos gerados, além de reduzir os impactos causados à saúde humana e ao meio ambiente.

De acordo com a PNRS, a responsabilidade compartilhada pelo ciclo de vida dos produtos objetiva:

  1. Compatibilizar interesses entre os agentes econômicos e sociais e os processos de gestão empresarial e mercadológica com os de gestão ambiental, desenvolvendo estratégias sustentáveis;
  2. Promover o aproveitamento de resíduos sólidos, direcionando-os para a sua cadeia produtiva ou para outras cadeias produtivas;
  3. Reduzir a geração de resíduos sólidos, o desperdício de materiais, a poluição e os danos ambientais;
  4. Incentivar a utilização de insumos de menor agressividade ao meio ambiente e de maior sustentabilidade;
  5. Estimular o desenvolvimento de mercado, a produção e o consumo de produtos derivados de materiais reciclados e recicláveis; e
  6. Propiciar que as atividades produtivas alcancem eficiência e sustentabilidade;
  7. Incentivar as boas práticas de responsabilidade socioambiental.

Para que serve a logística reversa ?

  • Incentivar o reuso, a reciclagem e a destinação ambientalmente adequada dos resíduos;
  • Aumentar a vida útil dos aterros sanitários, desviando estes resíduos que podem ser reinseridos na cadeia produtiva;
  • Compartilhar a responsabilidade pela gestão de resíduos (setor público, setor privado e sociedade civil);
  • Aumentar a eficiência no uso de recursos naturais;
  • Ampliar a oferta de produtos ambientalmente amigáveis, gerando emprego e renda; e
  • Espaço para gerar novos negócios.

Saiba mais sobre a Logística Reversa no Município de São Paulo. No Blog da GreenView, você também pode saber um pouco mais sobre Logística Reversa e Desenvolvimento Sustentável.

GreenView

Share
Published by
GreenView

Recent Posts

Dia da Agricultura

Dia da Agricultura - 17 de outubro Em resumo a agricultura trata-se do cultivo do solo,…

6 horas ago

Saneamento Ambiental

Saneamento Ambiental, o que é ? Saneamento Ambiental é o conjunto de ações socioeconômicas que…

3 semanas ago

Biodiversidade

Biodiversidade, o que é ? Biodiversidade são todos os diferentes tipos de vida que você…

3 semanas ago

Dia da Árvore

Dia da Árvore - 21 de setembro Conforme o Decreto nº 55.795, de 24 de…

4 semanas ago

Dia do Engenheiro Químico

Dia do Engenheiro Químico - 20 de Setembro A data é comemorada no dia 20…

4 semanas ago

Dia do Agrônomo

Dia do Agrônomo - 13 de setembro O dia do agrônomo é cebrado em 13…

1 mês ago